Ensaio ao Volvo XC60 DrivE de Norte a Centro do País

Volvo XC60 DrivE

Foi um ensaio ao Volvo XC60 DrivE como há poucos, pois percorremos mais de 1900km de Norte (Delães) ao Centro (Leiria – Lisboa) do País.

Nesses intensos quilómetros percorridos sempre com grande segurança, deu para ficar a conhecer e a apreciar esta máquina sueca que esconde uma tonelada de eletrónica e sistemas que ajudam e muito à nossa condução.

Porquê o Volvo XC60 DrivE?

Primeiro que tudo há que esclarecer este ponto bastante curioso. Tive à minha disposição e sob escolha, o Mitsubishi ASX, assim como o Outlander, o Kia Sportage e Sorento, o Nissan Qashqai e Murano, ou mesmo o Audi Q5. Porque optei começar esta série de SUV’s pelo Volvo XC60 DrivE?
Bem, porque tinha todas as características que me dizem algo enquanto entusiasta dos outdoors, de passear com estilo, mas também de ter a minha família em segurança.

Já lá vai o tempo em que a Volvo era sinónimo de ensalubre ou de “caretice”. Ainda hoje os personagens cinematográficos ainda deixam escapar que quem é “sem sal” conduz um Volvo.
Nada mais longe da verdade. A Volvo evoluiu intensamente na última década e apresenta soluções de excepção.

Volvo XC60 DrivE

Segurança Obcecada

Sim, não poderia deixar de começar por aqui. Afinal, é por este segmento que a Volvo é reconhecidamente a referência mundial e é um dos seus expoentes mais fortes.

O Volvo não perdeu a sua essência e a todo o momento temos noção da sua qualidade em pormenores que quase chegam a ser intangíveis. Desde à abertura e fecho da porta que sentimos que estamos a falar de uma viatura de construção acima da média. O toque e consistência do volante e dos materiais de consola, até ao pormenor do cinto de segurança controlado, tudo demonstra que estamos num carro a sério.

City Safety

Este é um dos milhares de dispositivos que o XC60 possui e que não nos damos conta a não ser que seja mesmo necessário. Basicamente é um sensor que deteta os obstáculos que temos na nossa frente quando estamos a circular e que atua mesmo que estejamos distraídos, travando assim que estejamos demasiado próximos. É daquelas coisas que para além do nosso corpo, também as seguradoras irão adorar, pois é uma das causas de maiores acidentes em Portugal é a pura distração no para-arranca.

Controlo de Alerta de Condutor

Ao fim de várias horas de condução e detetando alguma condução mais errática, o carro avisa o condutor para fazer uma pausa e assim ficar mais restabelecido e em segurança, não adormecendo ao volante. Uma excelente ideia, de facto.

Aviso de Saída de Faixa

Se passar por cima de sinalética na estrada sem utilizar os sinais de direção (vulgo “piscas”), o sistema pode identificar um eventual perigo emitindo um sinal sonoro.

Faróis ABL (Active Bending Lights)

São faróis Dual Xénon que aumentam o ângulo de visão noturna, pois eles viram no sentido das curvas para que tenhamos possibilidade de visualizar obstáculos ou situações que de outra forma estariam na obscuridade até ser demasiado tarde. Deram um jeitão, acredita!

Luz de Travão Adaptativa

Como o nome indica, significa que as luzes de travagem em LED denotam se foi uma travagem mais brusca e emitem uma dispersão de luz que pisca praticamente 4 vezes por segundo. Esta situação não confirmei pois não ia nenhuma viatura de apoio, mas deve ser interessante verificar a reacção das pessoas que vão atrás.

Volvo XC60 DrivE

Sistema Inteligente de Informação ao Condutor

Isto eu tive o prazer de experimentar e é interessante. Pode ser algo que se tenha de desenvolver melhor num futuro próximo, mas não deixa de ser eficiente em 80% das vezes. Simplesmente, o Volvo XC60 monitora os níveis de intensidade de condução, por exemplo se estás numa manobra que exige alguma atenção redobrada e evita que o telemóvel (caso esteja ligado via Bluetooth) ou mesmo o computador de bordo nos distraia nessas circunstâncias.

Alerta de Colisão com Apoio à Travagem

Este é aquele famoso dispositivo da Volvo que deteta outras viaturas na mesma faixa de rodagem que nós e caso estejamos a aproximar-nos perigosamente, emite uma sinalética de aviso e sinal sonoro e ativa mesmo os travões caso ignoremos os avisos e a aproximação que temos da viatura se torne mesmo perigosa.

Sistemas Adicionais

E claro que depois tem todos os sistemas mais conhecidas da marca como Sistema Anti-Derrapagem, Sistema de Estabilidade Ativa, Travagem Anti-Bloqueio, Pressão dos Pneus com Sensor, Habitáculo Reforçado, etc, etc, etc… a lista é francamente interminável, mas caso tenhas gosto em lê-la integralmente como eu fiz, podes aceder aqui à página da marca.

Conforto Sueco

Outro sinónimo de Volvo é o conforto em estrada e mais uma vez não deixou os seus créditos por mãos alheias. Mesmo num SUV e sendo que esta viatura testada tinha uns meros 600 km quando peguei na mesma, portanto com a suspensão ainda bastante “verde”, demonstrou um rodar confortável e aceitável para um segmento desta índole.

Os bancos são dos melhores que tenho testado e com uma ergonomia que não cansa em qualquer viagem. Mesmo no trajecto Lisboa – Delães, perto de Santo Tirso, não foi nada penoso e ao contrário de outras viagens similares, cheguei bem fresco e sem nenhuma tensão muscular. Portanto, mais um ponto a seu favor.

Volvo XC60 DrivE

Tanto o condutor como os passageiros estão na presença de umas condições excelentes para viajar grandes viagens com toda a comodidade. Tem verdadeiros quatro lugares, mais um do meio para uma criança e mesmo assim com todo o conforto.
A bagageira é extremamente capaz de arrumar os mais variados objetos, especialmente se se optar por adquirir alguns acessórios próprios à marca que ajuda e de que maneira a organizar toda a confusão. Ou não fosse este um carro de inspiração sueca.

Estás a pensar em quantas malas poderás levar neste SUV? Pois estas imagens devem ajudar. Se é para viajar com a família, o Volvo XC60 dá conta do serviço com toda a calma.

Tecnologia ao Nível dos Jatos Privados

O mais interessante é que a maior parte da mesma nem nos damos que conta que lá está. Daí que seja ainda mais relevante.

Desde o ajuste de praticamente tudo à tua vontade e preferência, ao controlo da forma como queres que o carro se ajuste às tuas necessidades. É um manancial de informação e podes literalmente ficar uma manhã a rever tudo e mesmo assim não terias tudo coberto. Mas não te aflijas porque a maior parte nem precisas de saber. Ele faz isso por ti.

Foco algumas das facetas que eu notei e que fazem toda a diferença para ter uma condução notável.

Direção Dependente da Velocidade

Nota-se que na cidade é bastante leve e simples de indicar com apenas uma mão. No entanto, consoante aceleras, por exemplo na auto-estrada, que fica bastante mais “pesada”, ou seja, mais controlada para as altas velocidades. O resultado é que a rodagem é feita mais linearmente sem teres que estar constantemente a fazer compensações.

Bagageira Automática

É dos elementos que mais nos deixa com um sorriso de orelha a orelha, é quando estamos cheios de sacos para colocar na bagageira, ou estamos a sair do carro e a mala já está a abrir sozinha através de um sistema elétrico. Aliás, abre e fecha com um simples toque de um botão.

Sistema de Assistência ao Estacionamento

Isto é algo que vale muito a pena. Num SUV destas dimensões, há que ter um apoio electrónico para saber se estamos a aproximar-nos de algum obstáculo. Acredita que eu sei o que passo com o meu SUV que não o tem. O sistema é bastante intuitivo e ilustrativo pois mostra-te a forma do XC60 no painel de visualização e o local onde eventualmente te estás a aproximar.

Travão de Estacionamento Eléctrico

Este é aquele sistema que eu não consegui ainda chegar a gostar. Para mim, ainda tem uma ligeira curva de habituação. Já o usei bastantes vezes em Mercedes, por exemplo, mas é algo que ainda não é intuitivo para mim e de cada vez que parava ou arrancava ainda tinha que me tentar lembrar qual o procedimento para aquela situação. Mas faz muito bem o seu serviço, seja em estacionamentos com bastantes inclinações ou em espaços planos.

Volvo XC60 DrivE

Espelho Retrovisor AntiEncadeamento Automático

É daqueles sistemas que deveria ser obrigatório em todas as viaturas. Quantas vezes já fomos encadeados por um condutor que se esqueceu de regular os médios ou mesmo se esqueceu dos máximos ligados?

Computador de Bordo

É através deste pequeno mostrador que temos a noção de muita informação útil à nossa viagem. E ao contrário de outros modelos que já testei, as medições registadas foram das mais acertadas. A margem de erro era mínima.

Sistema de Bluetooth Integrado

O painel é bastante completo e intuitivo. Tão intuitivo que a minha filha de 12 anos, assim que fiz um pequeno trajecto com ela, conseguiu ligar o seu iPod Touch por Bluetooth ao sistema do XC60 para ouvir as suas músicas favoritas.
Também a ligação com o meu telemóvel foi feita de uma forma incrivelmente fácil, permitindo que o sistema conseguisse ter acesso às minhas chamadas, histórico de chamadas, lista de contactos entre outras características. E sempre que saía ou entrava na viatura, ficava imediatamente reconhecido. Dos melhores que eu já vi no segmento.

Volvo XC60 DrivE

Sistema de Som Muito Aceitável

O sistema de som de alta performance da Volvo rivaliza com qualquer um do segmento. Não é dos melhores que já testei, mas faz bastante bem o seu trabalho. Além disso, com a multiplicidade de integrações que permite, tais como: Bluetooth, leitor de CD, porta USB com integração de iPod (sim, podes utilizar depois a consola como se fosse o ecrã do teu iPod), Amplificador, 8 colunas de alta performance e comandos integrados no volante, tem tudo para não te deixar mal.

Volvo XC60 DrivE

Volvo XC60 DrivE Turbo-Diesel de cinco cilindros D3 é o que equipou a minha versão ensaiada

É a meu ver uma das mais valias deste SUV. Com potência mesmo em baixo regime, devido ao seu binário de 400Nm logo a partir das 1400rpm. Além disso, o sistema de regeneração de energia nas travagens ajuda a que o XC60 economize e de que maneira, mais ainda nas emissões de CO2. Assim sendo, é um 2.0 Turbo-Diesel de 163 cavalos, com consumos de 6 litros aos 100km (feitos por mim em média), mas se aceleras um pouco mais, podes chegar aos 9 litros aos 100km. No entanto, em medições reais, está par-a-par com as restantes ofertas do mercado, se for efetuado o mesmo tipo de condução que foi aplicado.
A medição que consegui dos 0 aos 100km, foi de 9 segundos (sim, foi verificado) e os níveis de CO2 são de 154 g/km.
Este motor é mesmo um portento, porque ter estas performances com um peso bruto de 4.6 toneladas é obra. Isso deixou-me curioso para experimentar o D5.

Em resumo: Este Volvo XC60 é um excelente SUV para a família e para o condutor que preza conforto e boa condução, apoiado por um motor bastante eficiente. Ágil, veloz e seguro. Que mais se pode pedir? Se ainda tens uma ideia contrária em relação à Volvo dá-lhe o benefício da dúvida e pegue num este fim de semana. Foi o que eu fiz durante dois dias e valeu a pena sem sombra de dúvida.

E porque não beneficiar da excelente oferta da EURORENTLEI – RENT A CAR a quem aluguei esta viatura? Esta empresa de rent-a-car tem como claim, “Alugamos Emoções” e é claro como água a razão de ser desse lema, quando vemos o seu leque de ofertas.
O cuidado com os pormenores, o nível de equipamento das viaturas e o excelente serviço fazem desta empresa, a minha escolha de eleição sempre que dela necessito.

Aqui deixo os seus contactos, caso queiras aproveitar algumas das suas opções:

EURORENTLEI
T: +351 21 716 93 88
F: +351 217 160 482
E: reservas@eurorentlei.com

Ou podes sempre conhecer no site a frota de carros de aluguer, que é de louvar.

Volvo XC60 DrivE from Rui Nunes on Vimeo.

Rui Nunes

Adoro automóveis! A sério, sou capaz de passar horas a falar do que gosto ou não de um carro. No entanto, sou incapaz de discutir pormenores técnicos ou de estatísticas. Mas tenho muito claro o que me faz gostar ou não de um automóvel e é isso que quero partilhar aqui.